Seja bem-vindo (a) a sua Neverland virtual!

Aqui você encontrará tudo sobre o anjo e homem Michael Jackson e também poderá conhecer pessoas com os mesmos gostos que você. Irá conviver e aprender muito mais sobre este artista e ser humano maravilhoso que é Michael Jackson!

Faça parte da nossa família você também! Michael Jackson não é só um cantor e sim uma filosofia de vida!

------- Equipe Neverland -------

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[FINALIZADA] Do ídolo para o grande amor da minha vida...

Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14, 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 12 de 15]

mila joseph jackson


Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Lulu Jackson escreveu:Ixi que mulher mais sem graça... Dá uma lição nela bem feita...to adorando o cap e posta mais... :)

EEEEEEH miga que saudades de vc! kkkkkkkk, que bom que vc tá gostando. Obrigada por ler sempre. Beiiijos mil, te amooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson


Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Tatyka escreveu:AI QUE MULHERZINHA SEM NOÇÃO, OLHA EU SOU PACIENTE, MAIS ESSA GENEVIVE TÁ MERECENDO UNS TAPAS A ORELHA VIU...
POSTA MAIS TÔ ADORANDO QUERIDA. BJS


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, vc fala cada coisa miiiga! Morro de rir, te adoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooro muito, obg por ler.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson


Membro Unbreakable
Membro Unbreakable

[b]Capítulo XXXV


Depois de desligar o celular fomos todos brincar um pouco. A semana se passou mais tranqüila e sem visitas. Dormir em Neverland era maravilhoso e muito confortável. Já estava no dia de Michael tirar o gesso do pé por isso ele seguiu para o médico sem me dizer nada. As crianças tinham suas atividades habituais por isso estudavam em casa todos os dias, menos Blanket que era ainda muito pequenino. Nos momentos em que eu não estava nem com Michael nem com Paris e Prince eu sempre ficava com Blanket, que até me conhecia e quando me via estendia os braços pedindo colo. Quando eu estava por perto Grace tinham uma folguinha. Eu e Blanket nos divertíamos e assim como Michael eu tentava ensiná-lo algumas palavras.

Já fazia uma semana e meia que eu não ia para o meu apartamento, por isso aproveitei que Michael saiu e fui até lá. Já tinham chegado algumas cartas e minha secretária eletrônica estava cheia de recados, principalmente da minha mãe. Dei uma arrumadinha no apartamento e fui até a casa de mamãe. Vanessa já estava lá me esperando, ela insistia em falar de Genevive na frente de todos, mas eu mudava de assunto. Depois de algumas horas minha mãe fez um comentário:

-Querida, estou achando você mais carinhosa comigo e com o seu irmão. Isso é maravilhoso!

-Ah, mãe. Acha mesmo? Você não sabe o quanto eu mudei nessas últimas semanas. – Eu disse a abraçando.

-Imagino o quanto filha. Vejo um brilho em seus olhos... algo de especial está acontecendo?

-Não, nada em especial. Só acho que estou mais amadurecida. – Eu falei sorrindo.

-Percebi isso filha. Seu pai vai ficar orgulhoso!

Continuamos conversando muito, do outro lado da cidade Michael estava tirando o gesso:

-Muito obrigado doutor, me sinto ótimo!

-Não tem que agradecer Sr.Jackson, só peço que nesses primeiros dias tenham um pouco mais de cuidado. – O médico disse abraçando Michael.

Michael ao sair passou no escritório e foi até a sala de Frank:

-Man! Não acredito que você já está assim! Show de bola! – Frank disse todo entusiasmado.

-Estou me sentindo novinho em folha! – Michael disse abraçando Michael e continuou:

-Man...eu vim aqui porque queria falar com você. Está muito ocupado?

-Não...pode falar. – Frank disse se sentando.

-Eu queria que você fosse comigo até uma joalheria. –Michael disse entusiasmado.

-Joalheria? Vai comprar uma jóia para mim? – Frank disse tirando onda.

-É, vou comprar um par de brincos azuis para combinar com os seus olhos... – Michael disse rindo muito.

-Ok, eu agradeceria! Falando sério agora, vai comprar uma jóia para quem? – Frank perguntou.

-Para Camila...aí eu queria a sua ajuda, você já teve muitas namoradas e sabe do que as mulheres gostam. – Michael falou abrindo a porta.

-Na hora, man. – Frank disse e os dois foram para o carro. Entraram na joalheria que estava fechada apenas para Michael. Lá os dois se divertiram bastante. Frank começou pegando alguns braceletes totalmente exagerados. Michael fazia uma careta ao ver.

-O que acha desse? – Frank disse colocando o bracelete no punho. E continuou:
-...é brilhoso e chique! Tudo o que as mulheres adoram.

-Não sei não...esse é muito escandaloso, Camila não gosta muito de chamar atenção. Acho que não combina com ela. – Michael disse dando uma olhada em outros. Frank mesmo assim ignorava o que Michael dizia e continuava pegando coisas ainda mais extravagantes.

A atendente não sabia nem o que mostrar, Michael era muito perfeccionista. Alguns minutos depois chegaram aos brincos.

-O que acha desse? Eles balançam pra caramba. – Frank disse colocando dois enormes brincos perto da orelha e sacudiu.

Michael ria muito e Frank perguntou:
-Quantos centímetros tem isso?

-Man, não sei mas acho que é o bastante pra torar a orelha. Olha só como pesa. – Michael disse pegando nos brincos com cuidado. E continuou:

-...Acho melhor irmos para a sessão se colares.

Frank concordou e lá foram eles para outra sessão, Frank viu um enorme colar de pérolas e perguntou a atendente do balcão:

-Como se usa isso? –Disse com uma cara estranha. Os dois ficaram prestando atenção na atendente que colocava o colar no pescoço. Frank ficou perplexo em ver que o pescoço inteiro da mulher estava coberto de pérolas.

-Oh Deus, você dá um presente desses e mata a mulher enforcada no mesmo dia, acho melhor nós irmos Michael. –Frank reclamou.

-Não, não...olha só esse colar aqui! Não acha a cara dela? – Michael perguntou sussurrando.

-Você é quem sabe... – Frank disse.

-Acho que vou levar esse mesmo. –Michael disse para a atendente. Depois de pagar os dois entraram no carro e Frank disse:

-Viu como é difícil escolher algo para mulher?

-Depende da mulher...se for uma mulher muito exigente...- Michael disse.

-Tipo Genevive? – Frank perguntou.

-É...mas se for uma mulher que não liga muito para bens e que tanto faz se ganha presente ou não...sempre está feliz como a Camila, aí fica fácil. Tenho certeza que ela vai amar o colar e o seu significado.

-É, Camila não ta de olho na sua fortuna ou nada disso, agente vê que ela é totalmente feliz só em ter você como companhia, acho que ela te ama mesmo Mike. – Frank disse dando um tapinha nas costas de Michael.

-Também sinto isso, eu e ela temos uma sintonia que nos completa. A amo de mais , man. – Mike disse sorrindo. Se despediram e Frank voltou para o escritório. Michael pegou o celular e discou o meu número.

Eu ainda estava na casa de mamãe quando atendi o celular um pouco longe de todos:

-Bom tarde minha flor! – Michael disse cantando. Eu ri e disse:

-Boa tarde, nem te vi sai hoje amor.

-Tive que resolver alguns problemas no escritório, o que está fazendo agora?

-Ah, eu estou almoçando. Vi no meu apartamento dar uma arrumadinha e ver algumas correspondências. – Eu respondi.

-Não vai demorar muito vai? Tenho uma surpresa para você. – Michael falou empolgado.

-Hum? Uma surpresa? Prometo que não demoro muito.

-Ok, então. Te amo. – Michael disse com uma voz suave.

-Eu te amo mais. – Falei e desligamos.


(CONTINUAAA!)

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Espero que tenham gostado, beiiijo em cada uma de vcs!
Que Deus as abençoe!

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

Carolina Jackson

avatar
Membro Star
Membro Star
Aiiiiiiiiiiiiin eu jurava qe ele ia comprar um anel para pedir ela em casamento '-'
Oooooooow elees sãaaao taao fofiinhooos
Fiiinalment ele tiro o gesso \0/
Te amo mana
Cooooooooontinuuua

http://carolmj.tumblr.com/

Leele

avatar
Super Fã Veterano
Super Fã Veterano
mila joseph jackson escreveu:
Leele escreveu:ai ai eu não sei como a camila tem tanta paciencia.Eu não aguentaria essa Genevive nem por muito dinheiro...
mas o ponto e que ela já percebeu que não tem mais chance, então ela fica agressiva por raiva...
O Michael precisa descobrir quem é essa mulher de verdade ,ai ele mesmo da um pé na bunda dela.Seria perfeito!
beijo mila !

Miga..mas imagina só vc brigando com unhas e dentes por Michael? OMG, o que ele ia achar hein? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Pode ficar tranquila que essa Genevive ainda leva um tapa na cara! Beiiijoooos, te amooooooooooooooooooooooooo


hahahaha eu ia dar o que ela merece...
adorei o capitulo.Qual será o significado que o Michael falou?
o colar deve ser lindo e meigo pra ser a cara da Camila..
e o Frank? adoro o Frank , ele deixa tudo engraçado
beijos mila!

Tatyka

avatar
Fã Máximo
Fã Máximo
Aiiii que romântico, que homem mais fofo, adorandooooo.... bjs querida

Lulu Jackson

avatar
Super Fã Dedicado
Super Fã Dedicado
Ah que fofo esses dois ;/Mila posta mais



"Sem palavras é como você me faz sentir"

I Love You

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Carolina Jackson escreveu:Aiiiiiiiiiiiiin eu jurava qe ele ia comprar um anel para pedir ela em casamento '-'
Oooooooow elees sãaaao taao fofiinhooos
Fiiinalment ele tiro o gesso \0/
Te amo mana
Cooooooooontinuuua

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, não foi dessa vez miga! Eles formam um casal lindo não é?
Obrigada por estar sempre aqui. Eu te amoooooooooooooooooo muito mais.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Leele escreveu:
mila joseph jackson escreveu:
Leele escreveu:ai ai eu não sei como a camila tem tanta paciencia.Eu não aguentaria essa Genevive nem por muito dinheiro...
mas o ponto e que ela já percebeu que não tem mais chance, então ela fica agressiva por raiva...
O Michael precisa descobrir quem é essa mulher de verdade ,ai ele mesmo da um pé na bunda dela.Seria perfeito!
beijo mila !

Miga..mas imagina só vc brigando com unhas e dentes por Michael? OMG, o que ele ia achar hein? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Pode ficar tranquila que essa Genevive ainda leva um tapa na cara! Beiiijoooos, te amooooooooooooooooooooooooo


hahahaha eu ia dar o que ela merece...
adorei o capitulo.Qual será o significado que o Michael falou?
o colar deve ser lindo e meigo pra ser a cara da Camila..
e o Frank? adoro o Frank , ele deixa tudo engraçado
beijos mila!



Migaaa, é tão bom ver essa sua empolgação e ver que você está mesmo gostando da fic. Ah, o significado é lindo, depois me diz se gostou tá?
Beiiijooooooooooooooooos no seu coraçãozinho.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Tatyka escreveu:Aiiii que romântico, que homem mais fofo, adorandooooo.... bjs querida


Ai miga Michael é perfeito mesmo, nem existem palavras para esse homem! Obrigada por estar aqui e por estar adorandoooooooooooo, beiiijos linda.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Lulu Jackson escreveu:Ah que fofo esses dois ;/Mila posta mais



"Sem palavras é como você me faz sentir"

I Love You


Lulu florzinha, obrigada por estar acompanhando a fic não sabe o quanto isso me deixa feliz! Te amoo lindinha.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Continuação....


Assim que desligamos me despedi do pessoal e resolvi passar no shopping. Michael tinha preparado uma surpresa para mim e eu resolvi preparar uma para ele também. Então andei pelas lojas a procura de algo que fosse a cara dele. Era difícil de encontrar pois Michael era muito perfeccionista e era o primeiro presente que eu daria a ele. Depois de muito procurar passei em uma loja de roupas e vi logo na vitrine uma blusa vermelha de mangas compridas com detalhes pretos muito bonita mesmo. Não podia ser outra coisa, aquela camisa era a cara dele. Entrei empolgada na loja e perguntei:


-Pode me mostrar essa camisa vermelha da vitrine?


A vendedora me mostrou então eu decidi levar.


-Qual é o tamanho senhora?



Ops, eu não sabia bem o tamanho de Michael. Na hora me enrolei e fiquei pensativa tentando adivinhar o seu tamanho.



-Na verdade eu não sei o tamanho, ele é alto e magro..deve ter quase um metro e oitenta. – Eu respondi confusa, então olhei ao redor da loja e vi um homem com quase a mesma altura de Michael.



-O senhor pode me ajudar? É que eu não sei a altura de uma amigo meu e eu queria comprar aquela camisa para ele. – Eu disse apontando para a camisa que estava na vitrine e continuei: -... o senhor tem a quase a mesma altura e o mesmo corpo, pode me dizer qual é o número de suas camisas?



O cara riu sem imaginar que seria abordado por uma garota com uma pergunta dessas. Mas foi muito legal e me disse o seu tamanho. Resolvi comprar o mesmo tamanho para Michael. Saí da loja toda feliz e peguei um táxi para Neverland.



Desci do carro e perguntei ao porteiro se Michael já estava em casa. Ele fez um sinal positivo e abriu o portão. Entrei e comecei a caminhar. Eu adorava caminhar por lá. O porteiro sempre perguntava se eu não queria o mini carrinho de golfe, mas eu sempre preferia fazer uma caminhada. Entrei na casa que aparentemente estava vazia, da cozinha não vinha nenhum barulho. Me lembrei que hoje era domingo, e talvez as pessoas estivesse descansando, então segui até o meu quarto. Deixei o presente de Michael em cima da minha cama e fui até o quarto das crianças. Elas estavam todas felizes brincando. Olhei para Grace e mandei um beijinho para Blanket que estava no seu colo, falei com cada um deles e perguntei por Michael.



- O Sr. Jackson deve estar no quarto. – Grace respondeu e voltou a brincar com as crianças.



De lá fui até o quarto de Michael, a porta estava aberta. Assim que entrei no seu quarto me veio um cheirinho de canela. Michael não estava lá, procurei no banheiro e em todos os outros cômodos da casa. A cozinha estava sem ninguém então pensei: “ Se eu fosse Michael, aonde eu estaria agora?”. Na mesma hora a resposta me veio a mente. Fui até o campo de flores, e de longe o avistei colhendo algumas. Meus olhos não acreditavam o que eu estava vendo. Ele também me avistou de longe e fez um sinal me chamando até ele. Saí correndo e o abracei com toda força. Michael também me deu um lindo abraço e um beijo no rosto.



-Não acredito amor! Que ótimo que você já está melhor. Você está lindo... – Eu disse o abraçando de novo. Michael riu e respondeu:



-Calma, quase que você me derrubava! Você é que está linda...



Eu ri e nos beijamos, então falei:



-Amei a surpresa! Nem me passava na cabeça que seria isso. –Michael pegou nas minhas duas mãos e disse sorrindo:



-E quem disse que essa é a surpresa?



-Não? – Eu perguntei.



-Não...tenho outra surpresa para você, mas só vou te dar de noite ok?



-OK, tudo bem. Mas mesmo assim isso foi uma surpresa. Eu também tenho uma coisinha para você...mas também só vou te dar de noite. – Eu falei.



-Ah é? Agora eu quero saber o que é...me diz? – Michael insistia rindo.



-Não, não. Surpresa é surpresa! Nem vem que eu não vou contar! – Eu disse.



-Por favor? – Michael disse fazendo uma cara de menino pidão. E me deu um beijo tentando fazer chantagem. Aquela cara de sapeca dele me fazia sempre rir, então falei:



-Agora quer me fazer chantagem? Pois fiquei sabendo que isso não funciona comigo. – Eu disse me afastando dele. Michael tentou vir atrás de mim, mas eu ameacei correr. Eu e Michael amávamos essas brincadeiras, trocamos olhares. Michael não tirava o olho de minha boca...fiz um sinal negativo e tentei sair correndo. Não adiantou muito, Michael amava correr e acabou me pegando. Nossas respirações estavam fortes e Michael ria. Aos poucos e com muita delicadeza Michael me encostou em uma árvore e nos beijamos. Seus lábios eram macios e sua boca tinha um gosto maravilhoso de hortelã. Eu não resistia aos seus charmes. Ele me puxou para junto do seu corpo, ele sentia a minha respiração. Ficamos o resto da tarde lá namorando e trocando carinhos. Já estava escurecendo e sol indo embora, olhei para Michael. Ele olhava para o horizonte e depois de alguns segundos ele percebeu que estava sendo observado. Ele riu e perguntou:



-Olhando para esse lindo por do sol, sabe de que me lembro?



- É claro que sei... da primeira vez que vim aqui em Neverland e que observamos o por do sol desse mesmo lugar. – Eu respondi dando um selinho nele.



-É, e que você ficava se fazendo de difícil. – Michael respondeu.



- Eu? Na verdade eu só estava um pouco confusa...só isso. Sem falar que eu não acreditava que estava na sua casa.



- Sei...só confusa? Eu via que você também estava com medo. – Michael retrucou.



- Não sei..talvez um pouco de medo sim.- Eu falei.



-De que tinha medo? – Michael perguntou mexendo em meus cabelos.



-Bem, talvez porque eu via que você não me queria só como amiga e que eu ainda estava com Ted..sem falar nos estudos. – Eu respondi.



-Bom, desde a primeira vez que nos vimos quando nos esbarramos eu senti algo diferente por você. – Michael disse se deitando em meu colo.



-Eu já sentia há muito tempo, mas esse sentimento só se concretizou quando te conheci. – Eu respondi fazendo cafuné nele.







Michael sorriu e perguntou:



-O que sua família achava desse amor que você sentia por mim?



- Bem, achavam que era um pouco de loucura e não me entendiam... mas acima de tudo me respeitavam Mike. Eu não era só a única menina que sentia isso por você...Vanessa sentia e tantas outras garotas no mundo sentem amor. E eu tive a sorte de dentre todas elas ser a escolhida. – Eu falei rindo e ficando vermelha.



- Vanessa gostava de mim? – Michael perguntou surpreso.



- Aham.



- E como será que ela se sente? Deve ser horrível... – Michael perguntou.



- Na verdade ela não se sente mal, ela se sente feliz por mim. Ela continua a te admirar. Até porque ela namora e o Tom gosta muito dela.



- Menos mal, amor. – Michael disse se levantando e me beijou. Ficamos por lá mais algumas horas e voltamos para a casa. A noite estava fria e ventava bastante. Michael avisou a Dona Remi que eu e ele íamos jantar mais tarde e a sós. Subi para tomar banho e me arrumar, Michael fez o mesmo.





Eu não sabia muito bem o que vestir por isso coloquei um vestidinho preto com um decote pequeno e um casaquinho por causa do frio. Fiz uma maquiagem simples e soltei o cabelo. Peguei o presente e desci, pensei ir no quarto de Michael e ver se ele ainda estava lá mas achei melhor espera-lo lá em baixo. Dona Remi me viu e disse:



-Minha criança! Como você está linda, Mike vai enlouquecer!



-Obrigada, mas não precisa exagerar. Falando nisso você viu ele?



- Ele está na sala do piano. E está um gatão! – Dona Remi respondeu.



Agradeci e perguntei onde era essa sala, Dona Remi me mostrou a porta e saiu. Do corredor escutei o som do piano. Entrei sem fazer barulho, Michael estava concentrado tocando piano. A música que ele tocava era Smile. Fiquei de longe o observando. Sua expressão era a de um anjo..calmo e meigo. Olhei para as suas mãos que com delicadeza tocava nas teclas no piano e depois para o seu rosto. Não tinha como não me emocionar, coloquei o presente em uma mesinha e continuei observando-o. Algumas lágrimas caíam dos meus olhos e eu agradecia silenciosamente por tê-lo em minha vida.







Esperei que ele terminasse a música e aí o aplaudi. Michael teve um susto e olhou para trás. Ao me ver sorriu e fez um sinal com as mãos me chamando, há anos eu sonhava com ele me chamando daquele jeito. Sentei ao seu lado e disse:



- Que lindo amor! Lindo! Você nem imagina o quanto eu gosto dessa música, é uma das minhas prediletas.



- Eu estava ensaiando para tocar para você...



- Como se você precisasse ensaiar hein? Está lindo amor. – Eu disse.



- Obrigado, que bom que você gostou. Sabe tocar piano amor?



-Não, nunca aprendi. Minha mãe preferiu me colocar na aula de balé. – Eu respondi.



-Você fez balé? É uma dança que exige muito de concentração... – Michael disse.



-Por isso que deixei o balé. – Eu respondi rindo.



- Vem cá, vou te ensinar a tocar. –Michael disse pegando em minhas mãos.



-Sério?... – Dei um gritinho e continuei: -... você vai ter que ter paciência comigo ok?



- Ok, mas eu sou um professor rígido. – Michael disse brincando.



-É, eu sei. Deixa eu só relaxar um pouco...pronto!



- Essas notas são: Do, Ré , Mi... – Na hora me lembrei da música ABC que eu costumava escutar quando criança. Michael continuou: - ...essas são: fá, sol, lá si. Agora precisa memorizar cada nota.



- do ré, mi, fá, sol, lá, si. – Eu respondi.



Michael pedia para que eu tocasse em alguma nota e eu sempre me confundia. Não tinha uma vez que eu não errava e isso arrancava risos e risos de Michael.



- Tudo bem, eu sei que eu não tenho talento para isso. Eu desisto! – Eu disse.



- Realmente...(risos)...mas não pode desistir tão cedo das coisas, tente se concentrar e você consegue. – Michael disse não deixando eu levantar, respirei fundo e começamos tudo mais uma vez. As notas eu já sabia mas músicas para aprendiz eu sempre me enrolava.





No final chegamos a conclusão que eu não tinha nascido para o piano. Continuei observando-o tocar Mozart e Bethoven. Depois Michael me chamou para conhecer a sala.



- Os móveis são todos muito bonitos amor, eu não sabia que existia essa sala. – Eu disse pegando em sua mão.



- Gosto muito de vir aqui, me sinto confortável e aqui encontro paz. Vem cá...quero te mostrar a lareira.



Nos sentamos em algumas almofadas na frente da lareira, Michael então perguntou:



-Quer algo para beber amor?



Olhei para a mesa que estavam com bebidas e pedi um suco de uva. Michael também me acompanhou no suco. Conversamos sobre vários, dentre eles sobre as crianças.



-Hoje quando cheguei fui no quarto das crianças e estavam lá todos brincando e felizes, uma coisa me chamou atenção... – Eu disse.



- O que?



- Paris e Prince estavam brincando com alguns bonecos e Prince era o filho e Paris a mãe. De repente Paris disse que não queria ser mais a mãe e sim o pai...Michael como eles conseguiram passar todos esses anos sem uma mãe?



Michael ficou calado por um tempo, percebi que ele ficou desconfortável com a pergunta.



-Tudo bem não precisa me responder se não quiser... Isso só me chamou atenção... – Michael me interrompeu:



- Não tem problema. Na verdade eu sempre dei atenção a eles em dobro como se fosse mãe também... Eles já me perguntaram por que não tinha mãe, mas foi só uma fase. Meus filhos possuem a mesma força que eu...eu sou para eles o chão, a base.



-São crianças meigas amor, eu vejo o quanto eles te amam. Você é o pai que toda criança gostaria de ter...



- Eu sei que não sou o pai perfeito, mas tento ser o pai que nunca tive e que gostaria de ter. – Michael disse de cabeça baixa. Olhei para aqueles olhos e apenas o abracei e disse:



-Entendo amor, se não quiser mais falar sobre isso, está tudo bem ok?



Michael balançou a cabeça e logo voltou a sorrir. Nos beijamos por um longo tempo e depois ficamos juntinhos perto da lareira.



- Gosto desse perfume na sua pele... – Michael disse encostando o nariz em meu pescoço. Eu me arrepiei toda e me deu uma tremedeira. Cheguei mais perto de sua boca e disse:



- E eu amo esse gosto de hortelã na sua boca... – Michael riu e continuou a me beijar.



Então Michael interrompeu o beijo e disse:



-Quase que eu esqueço. Pode virar para o outro lado amor?



Sem entender muito fiz um sinal positivo e fiquei de costas para Mike. Ele tirou do bolso a caixinha com a correntinha que ele havia comprado para mim. Com delicadeza afastou o meu cabelo o que fez com que eu soltasse uma risada e me arrepiasse de novo.



-Está tudo bem amor? – Michael perguntou debochando.



- Não está querendo me provocar, está? – Eu perguntei rindo.



-Não. –Michael respondeu e colocou a corrente em meu pescoço. Toquei com cuidado na corrente e vi duas asas de anjo entrelaçadas que formavam a letra “M” . Virei para Michael sorrindo não sabia nem o que dizer.



-Michael, é tão lindo amor...



- Os anjos são encarregados em transmitir amor, alegria e de proteger alguém especial, você disse que eu era um anjo em sua vida. – Michael disse olhando para o colar. Meus olhos se encheram de lágrimas na hora que ele disse tudo aquilo, o abracei fortemente e agradeci do fundo do meu coração:



-Obrigada Michael, você não sabe o que eu tou sentindo aqui dentro...- Eu disse colocando a mão em meu coração. Michael sorriu e disse:



-Não precisa agradecer, você merece.



Olhei para aquele semblante lindo e me levantei para pegar o presente que eu havia comprado e que estava na mesinha.



- Na verdade não existe um significado o que eu comprei pra você... (risos) ...espero que goste. – Eu disse entregando o presente.





Michael abriu o presente rindo igual a uma criança. Quando viu que era uma camisa e ainda mais vermelha soltou uma gargalhada e perguntou:



-Como sabia que uma das minhas cores prediletas é o vermelho?



-Bem...eu andei dando uma olhadinha no seu guarda-roupa... – Eu disse rindo, Michael se deitou no chão de tanto rir e eu continuei: ...brincadeira amor, eu sabia que uma de suas cores preferidas é o vermelho.



-Não precisava Camila, obrigado! Sabia do meu tamanho também?



-Não...aí eu tive que perguntar a um cara que tinha o mesmo corpo que o seu e quase a mesma altura qual era o número da camisa dele.



-Não acredito que fez isso? – Michael perguntou rindo.



-Ah, fiz sim amor.



Michael guardou a camisa e me abraçou ainda rindo, quando íamos nos beijar escutamos um barulho forte e a luz se apagou. Eu dei um grito enorme.



-Não precisa gritar amor. Acho que foi um curto circuito, me dá a sua mão. – Michael disse tirando o celular do bolso e ligando a lanterna do celular. Eu não tinha muito medo de escuro mas em Neverland com tudo escuro parecia um castelo mal assombrado. Peguei a mão de Michael e fomos em direção a porta, quando olhei para o lado vi um daqueles bonecos que Michael costumava ter espelhado em todos os cantos da casa.



- (Gritei)...Michael me tira daqui pelo amor de Deus, eu juro que vi um homem careca me olhando...eu juro. – Eu disse abraçando Michael. Ele não parava de rir se quer um minuto e disse:



-Calma, é só um dos meus bonecos...(risos)... vamos! – Michael disse abrindo a porta. Continuamos abraçados e eu morrendo de medo. A casa estava um silêncio total, no mínimo ninguém tinha acordado, saímos para o lado de fora e encontramos um dos seguranças de Michael.



- O que aconteceu? – Michael perguntou.



-Senhor, um raio atingiu os postes do bairro. Liguei para a prefeitura e só irão consertar amanhã pela manhã. – O segurança respondeu.



-Tudo bem, boa noite então.



-Boa noite senhor, boa noite senhora. – O segurança respondeu educadamente e saiu.







Olhei para Michael e disse:



-Acho melhor agente já ir dormir amor.



-Tudo bem, senhora. – Michael respondeu.



-Você sabe que eu não gosto que me chamem assim... – Eu disse rindo e subimos as escadas. Nos despedimos e Michael foi até o quarto das crianças para ver se estava tudo bem. Troquei de roupa e coloquei o meu moletom. Deitei na cama e fiquei olhando para a chuva que agora caia do lado de fora. Michael também foi para o seu quarto e trocou de roupa, ficou deitado na cama. Minha vontade era sair do quarto e ficar lá com ele, os trovões estavam ficando fortes e Michael ligou para o telefone do meu quarto:



-Está tudo bem amor?- Ele perguntou com uma voz linda.



-Acho que sim...depois daquele susto com o boneco acho que vou sonhar o resto da noite com ele. – Eu disse.



-Porque não vem ficar aqui comigo? Aí você não sonha com ele e sim comigo. – Michael perguntou.



-Ah, Michael então vem aqui me pegar aqui. Essa casa dá muito medo! – Eu disse me levantando da cama.



-Tudo bem, eu já vou. – E desligou. Michael pegou o celular e saiu do seu quarto e foi até o meu. Bateu na porta e entrou. Eu estava esperando-o atrás da porta. Sem quere Michael colocou a luz forte no meu olho.



- Ai, está querendo me cegar? – Eu perguntei rindo.



-Desculpa amor não te vi aí. – Michael falou e deu um beijo no meu rosto. Agarrei o braço dele e fomos para o seu quarto. Michael desligou a lanterna e nos deitamos na cama. Ele amava debochar da minha cara por isso perguntou:



-Não sabia que você tinha tanto medo do escuro, é pior que as crianças.



- Haha engraçadinho. Quem não tem medo dessa casa toda escura? Quando você menos espera ver um boneco horrível olhando para você, aposto que você também teve medo.



-Eu? Não tenho medo de nada disso, sou corajoso. Você é que é medrosa. - Michael disse me abraçando.



-Aposto que se você estivesse no meu lugar morreria de medo. – Eu disse dando um beijo nos lábios de Michael e continuei:... Amor me abraça, tou morrendo de frio.



Ficamos um tempinho abraçados e Michael perguntou:



-Está melhor agora?


-Estou, obrigada. – Eu disse e nos beijamos. Acabei adormecendo com a cabeça no ombro de Michael.



http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Um beijoooooooooooooooooooooooooooooo no coração de cada uma de vcs! Muito Michael para tooooodas.....

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

Maria Cecília Bad

avatar
Super Fã Veterano
Super Fã Veterano
É NÓIS!!!!

Lulu Jackson

avatar
Super Fã Dedicado
Super Fã Dedicado
Que lindo Milla!!Uma noite dessas é pra história...amei esse cap.



"Sem palavras é como você me faz sentir"

I Love You

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Maria Cecília Bad escreveu:É NÓIS!!!!


Que bom tê-la aqui miiiiga! Beiiiijos mil *-*




____________________




“Agradeço a Deus todos os dias ,tento cultivar o dom que ele me deu ,sinto que tenho a missão de cantar”.

Michael Jackson

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Lulu Jackson escreveu:Que lindo Milla!!Uma noite dessas é pra história...amei esse cap.

Gatinha...que bom que vc gostou. Sabe que eu tbm amei esse capítulo? Imagino cada detalhe ....cada beijo, cada abraço,cada voz. É mágico escrever e ainda mais mágico poder dividir esse sonho com vcs! Te amoooooooooooooooooooo

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

Maria Cecília Bad

avatar
Super Fã Veterano
Super Fã Veterano
mila joseph jackson escreveu:
Maria Cecília Bad escreveu:É NÓIS!!!!


Que bom tê-la aqui miiiiga! Beiiiijos mil *-*




____________________




“Agradeço a Deus todos os dias ,tento cultivar o dom que ele me deu ,sinto que tenho a missão de cantar”.

Michael Jackson


lies vc aqui tbm É NÓIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tatyka

avatar
Fã Máximo
Fã Máximo
Querida é lindo como você descreve a doçura deste homem, eu fico cada vez mais apaixonada por ele, se isso fosse possível. beijinhos

Aline e Michael

avatar
Fã Convicto
Fã Convicto
ameiii esse capítulo
ficou muito lindo.

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Capítulo XXXVI



Passar a noite ao lado de Michael era mais que mágico. Sentir sua respiração em meu rosto e seus braços em volta do meu corpo. Em seus braços eu me sentia segura e amada. Ao seu lado tudo se passava muito rápido. Já estava amanhecendo quando o pessoal da prefeitura veio consertar os postes e a luz voltou. A manhã continuava fria e chuvosa, quando acordei Michael já estava acordado mas continuava deitado ao meu lado. Seus olhos brilhavam e em sua boca estampava um lindo sorriso. Sorri de volta para ele que foi logo perguntando:

-Então, sonhou com o careca?

Ri com o jeito que ele falou e respondi:

-Não amor, sonhei com você. – E nos beijamos. O dia contribuiu para que ficássemos morrendo de preguiça de sair da cama.

- Eu sei que preguiça é pecado...mas olha bem para o dia, não quero sair daqui nem tão cedo. – Michael disse me abraçando. Não tinha como resistir a tanto amor e carinho que aquele homem oferecia. Ficamos minutos e minutos juntinhos. Me levantei para ir ao banheiro e enquanto isso Michael ligou para Dona Remi trazer o nosso café da manhã para o quarto e de brinde trazer o boneco careca e calda de cereja. Eu no banheiro mal sabia que eles estavam tramando isso, como de comum escovei os dentes, lavei o rosto e prendi o cabelo. Só de imaginar que Michael estava me esperando fiz tudo muito rápido para não demorar. Quando sai Michael estava deitado na cama todo coberto com os edredons. Ele parecia inquieto e sério.

O café da manhã estava na mesinha ao lado da cama. Olhei para as guloseimas e disse:

-Humm, que delícia amor. Está tudo bem?

Michael balançou a cabeça em sinal positivo e fez um sinal pedindo para eu me deitar. O edredom estava forrado na cama, com cuidado desforrei e me dei de cara com o boneco careca escorrendo sangue da boca. Dei um pulo e levei um tombo pra trás. Michael do outro lado da cama ria tanto que segurava a barriga. Coloquei a mão na cabeça tentando me recuperar do susto e me levantei. Michael perguntou se acabando de rir:

-Está bem amor?

- Como acha que estou me sentindo? – Eu perguntei colocando a mão no rosto para não ver o boneco.

- O que achou dessa visita inesperada? Ele gostou de você... – Michael disse debochando e colocou o boneco de pé na cama e levantou a mão dele dando tchau.

-Tira ele daqui Michael! Tira! Eu não estou brincando. – Eu disse batendo o pé.

-Calma amor, não precisa ficar nervosinha. Já provou do sangue dele?

-Não. O que colocou? Ketchup? –Eu perguntei virada de costas.

-Não, é mais gostoso que ketchup, é calda de cereja! Prova só um pouquinho... – Michael disse se levantando da cama e colocando com o dedo um pouquinho da calda na minha boca.

-Hum, não quero saber se o sangue dele é gostoso ou não...tira ele daqui! – Eu disse rindo um pouco.

-Ok, dá tchau para mamãe! – Michael disse mais uma vez debochando. Colocou o boneco do lado de fora do quarto e fechou a porta.

-Se sua intenção foi me matar...por pouco não conseguiu! – Eu disse me sentando na cama. Michael rindo da situação se sentou do meu lado e disse:

-Acha que sou capaz de fazer isso com você?

-Se fez isso é capaz de muito mais! Mas pode ficar tranqüilo porque vai ter troco! Pode se preparar! – Eu disse rindo da situação.

-Duvido que você me pegue... – disse Michael.

- É mesmo? – Eu perguntei e depois dei um pulo em cima dele. Caímos entre as cobertas e eu continuei:-... fique se achando Rei do Pop!

Michael sorriu e me deu um lindo beijo, ficamos alguns segundos nos beijando e Michael recebeu uma ligação. Ele se levantou me deu um beijo e foi atendeu o celular.

-Oi Frank!

-Fala aew man! Cadê você aqui? – perguntou Frank.

-Eu?

- É lógico que é você! Sua vida já voltou ao normal...temos muito trabalho que fazer rei. – respondeu Frank.

-Ok, de tarde eu vou... –Michael respondeu se sentando ao meu lado e colocando um morango na minha boca e depois um na dele. Aqueles maxilares mastigando era uma perfeição.

-Os seus advogados estão aqui man...posso marcar pra de tarde então...

-Não Frank! Tudo bem eu vou, ainda vou tomar banho..mas eu vou. – Michael respondeu.

Os dois desligaram e eu perguntei:

-Você vai precisar sair?

-É amor, os meus advogados estão me esperando lá no escritório. Não quero deixar eles me esperando lá...imagino como deve ser chato. – Michael respondeu. Fiquei admirando o como Michael era lindo por fora e principalmente por dentro, é difícil encontrar pessoas no mundo que se ponham no lugar das pessoas.

-Está mais que certo amo, e lhe admiro por isso. – Eu disse e tomamos café da manhã e Michael foi tomar banho. Pediu para que eu ligasse para um de seus seguranças para providenciarem uma caixa de bombons para cada um de seus advogados.

-Desculpa por não passar a manhã com você ok? – Michael disse vestindo a camisa que eu tinha lhe dado.

-Não tem problema amor, eu não vou estar sozinha aqui. As crianças vão ficar comigo...vamos brincar bastante. – eu respondi carinhosamente.

-Como estou? – Michael perguntou dando uma voltinha, quase morri quando vi. Engoli um seco e respondi:

-Um gato!

Michael piscou para mim e colocou os indispensáveis óculos escuros. Nos beijamos e ele desceu as escadas para falar com as crianças e depois ir embora. Fui para o meu quarto parecendo que estava pisando nas nuvens, a cada dia que se passava mais eu o amava. Depois de falar com as crianças Michael foi para o escritório, chegando lá todos ainda estavam esperando-o. Michael não gostava de atrasar se quer um minuto por isso pediu mil desculpas e entregou para cada um uma caixa de bombons e concluiu dizendo:

-Desculpa por ter atrasado e desperdiçado o tempo precioso de vocês, é de coração!

Nosso bebê era realmente um anjo, na menor que fosse a situação se ele estivesse errado pedia milhões de desculpas e tentava reparar o erro. Enquanto eles ficaram discutindo sobres alguns assuntos, eu já tomada banho fui até o quarto de Michael para pegar a bandeja do café da manhã. Desci as escadas com cuidado e fui até a cozinha.

-Bom dia Dona Remi!

-Bom dia criança, o que achou do café?

-O que eu achei? Estava uma maravilha...tudo muito delicioso. Viu as crianças?

-Estão todas lá no cinema assistindo desenho animado com Grace!

-Ah, que legal! Vou para lá então... – Eu disse e abracei Dona Remi.

Assim que entrei no cinema as crianças acenaram. Cumprimentei todos eles e ficamos assistindo Bob Esponja. Blanket estendeu as mãozinhas para ficar no meu colo e lá ficamos assistindo por várias horas.

Já no escritório a reunião já havia acabado e todos já estavam indo embora. Porém Michael ficou lá na sala dele dando uma olhada em alguns papéis. Frank bateu na porta e disse:

-Visita para você Mike!

-Quem é? – Michael perguntou.

Quando Frank ia respondendo Genevive entrou na sala. Michael ficou espantando mas pediu para que ela se sentasse. Frank saiu e fechou a porta.

-Genevive, como está? Está precisando de algo aqui no escritório?

-Não querido. Apenas vim lhe fazer uma visitinha, soube que você já melhorou do pé. Está ótimo! – Genevive respondeu se levantando e indo para o outro lado onde Michael estava sentado.

-Acha mesmo? Obrigado. Sabe...eu estou aqui ocupado mesmo assim obrigado pela sua visita. – Michael disse já percebendo que ela estava cada vez mais se aproximando dele.

-Pode trabalhar a vontade Michael, não vou te atrapalhar! – Genevive rebateu.

Michael se sentou na cadeira e pegou outros papéis que estavam na mesa, a piranha se aproveitou e disse:

-Você parece tenso querido, deixa eu fazer uma massagem em você... – Genevive disse se aproveitando da situação.

-Não é preciso Genevive, eu estou bem. – Michael disse se levantando e encarando-a.

Assim que ele se levantou Genevive pulou em cima de Michael igual a uma galinha choca e deu um beijo nele. Michael a empurrou de leve não querendo machuca-la e antes de que pedisse satisfações Genevive falou:

-Não ver que eu ainda te amo Mike, te amo..vem cá...

-Genevive, por favor. Eu e você não temos mais nada há muito tempo, o que sentimos um por outro foi uma atração de adolescentes e durou muito pouco. –Michael disse.

-Só se foi para você, porque até hoje eu te amo Michael.

-Genevive o que sentimos acabou! Somos amigos... você não tinha o direito de fazer o que fez agora...meu coração pertence a outra pessoa. – Michael respondeu indo em direção a porta.

-Outra pessoa? E o que vivemos não conta? – Genevive perguntou.

-Não conta porque foi passado e o que sentimos o menor que tenha sido virou amizade. – Michael disse abrindo a porta e esperando que ela saísse.

-Sei que essa pessoa é a Camila não é? Confessa! – Genevive perguntava alterada.

Michael mentiu:
-Não é ela, e mesmo que fosse você não tema mais nada a ver na minha vida...somos amigos! Por favor vá embora, eu tenho muito que trabalhar.

-Você ainda vai me amar muito Michael Jackson! Genevive disse e saiu da sala sem se quer olhar para trás. Michael fechou a porta e disse:

-Senhor Deus, desculpa por ter mentido. – E logo em seguida pediu para o seu segurança deixar Genevive em casa, pois ela não estava em condições de dirigir. Depois de tudo aquilo Michael resolveu ir embora para casa e chamou Frank para almoçar pois em casa seria melhor para conversar sobre o que tinha acontecido. Quando os dois chegaram em Neverland eu já não estava mais no cinema. Eu e Paris estávamos colhendo algumas flores no campo. Eu amava a companhia de Paris, era uma menina doce e muito inteligente. Michael quando viu aquela cena de nós duas pegando flores, seus olhos se encheram de lágrimas e ele apenas disse para Frank:

-Frank...quero muito falar com você.

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
Tatyka escreveu:Querida é lindo como você descreve a doçura deste homem, eu fico cada vez mais apaixonada por ele, se isso fosse possível. beijinhos

Tatyka vc não sabe o presente que me deu dizendo tudo isso, tento me colocar no lugar de Michael...lembro de suas doces palavras de amor e peço inspiração a ele e aí escrevo tudo isso. Obrigada por gostar e por achar tudo isso! Não sabe o quanto fiquei feliz..te amooooooooooooooo linda! Beiijos

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

mila joseph jackson

avatar
Membro Unbreakable
Membro Unbreakable
aline earth song escreveu:ameiii esse capítulo
ficou muito lindo.

É ótimo tê-la aqui Alineee! E melhor ainda saber que vc está gostando da fic...obrigada! Beiiijos no seu coração! TE AMO

http://sokeepyourheaduptothesky.tumblr.com

Carolina Jackson

avatar
Membro Star
Membro Star
AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNN
Que safadaaaaaaa que beijo o Miikiinhoo..tadiinho
deve ter sentiidooooo nooooooooojo '-'
O que será qe o Mike vaai afalar coom ele?
To ancioosa
Te amo mana
coontiinuua

http://carolmj.tumblr.com/

Tatyka

avatar
Fã Máximo
Fã Máximo
Essa Genevive vai dar trabalho, ai se eu pego ela, coitada.

Maria Cecília Bad

avatar
Super Fã Veterano
Super Fã Veterano
hummmmmmmmmmmmmmmmmmm.................. perfeito...................

Leele

avatar
Super Fã Veterano
Super Fã Veterano
mila joseph jackson escreveu:
Leele escreveu:
mila joseph jackson escreveu:
Leele escreveu:ai ai eu não sei como a camila tem tanta paciencia.Eu não aguentaria essa Genevive nem por muito dinheiro...
mas o ponto e que ela já percebeu que não tem mais chance, então ela fica agressiva por raiva...
O Michael precisa descobrir quem é essa mulher de verdade ,ai ele mesmo da um pé na bunda dela.Seria perfeito!
beijo mila !

Miga..mas imagina só vc brigando com unhas e dentes por Michael? OMG, o que ele ia achar hein? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Pode ficar tranquila que essa Genevive ainda leva um tapa na cara! Beiiijoooos, te amooooooooooooooooooooooooo


hahahaha eu ia dar o que ela merece...
adorei o capitulo.Qual será o significado que o Michael falou?
o colar deve ser lindo e meigo pra ser a cara da Camila..
e o Frank? adoro o Frank , ele deixa tudo engraçado
beijos mila!



Migaaa, é tão bom ver essa sua empolgação e ver que você está mesmo gostando da fic. Ah, o significado é lindo, depois me diz se gostou tá?
Beiiijooooooooooooooooos no seu coraçãozinho.




ai que coisa mais linda, essa jóia que ele deu e perfeita, eu quero uma também!
e o significado então ...coisa mais linda do mundo ,ele é mesmo um anjo

e que noite foi essa hein? coisa mais deliciosa dormir coladinho, abraçaodos
tirando aquele susto da manhã foi tudo perfeito
o Michael é mesmo um zuador né? não se cansa de pregar peças, só quero ver se a camila vai conseguir pegar ele também

essa Genevive ta abusando da sorte? o Michael se livour dela,mas pelo visto foi por pouco tempo ela não vai desistir tão facil
pior pra ela que vai quebrar a cara mais um vez, essa safada , nojenta e interesseira, que raiva que ela me dá
se ela suspeitasse da raiva que eu tenho dela, morreria de medo de mim!

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 12 de 15]

Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14, 15  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum