Seja bem-vindo (a) a sua Neverland virtual!

Aqui você encontrará tudo sobre o anjo e homem Michael Jackson e também poderá conhecer pessoas com os mesmos gostos que você. Irá conviver e aprender muito mais sobre este artista e ser humano maravilhoso que é Michael Jackson!

Faça parte da nossa família você também! Michael Jackson não é só um cantor e sim uma filosofia de vida!

------- Equipe Neverland -------

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[FINALIZADA] Louise! Uma estória além da imaginação!

Ir à página : Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 30 de 30]

lilianrocha


Fics
Fics
Parabéns ALê!!! Saúde!!


Parabéns, Lelê...Que saúde, hein??? rsssssss

♥ Lelê ♥


Membro Invincible
Membro Invincible
Boa noite guriazinhas!



CONTINUAÇÃO
>>>>>


Michael também adormeceu, pois estava cansado da viagem, mas logo acordou , pois também sentia falta do tempero de casa, então decidiu descer e ver o que a cozinheira estava preparando.
Levantou-se cuidadosamente e foi até o banheiro lavar o rosto para aliviar um pouco o sono e o cansaço.
Viu o vestido de Louise jogado no chão logo ao lado do cesto de roupa suja.
-Essa descuidada! Deve ter jogado e errado e nem quis juntar- suspirou enquanto se abaixava para colocá-lo no lugar certo.
Quando pegou e peça, sentiu um odor desagradável vindo dela.. Parecia mofo. E suor.
Lembrou que Louise dissera que estava suada, mas de onde ela teria conseguido aquele cheiro tão ruim?
Dissipou aquele pensamento enquanto lavava o rosto e descia em direção da cozinha. Resolveu que aquilo não era importante.
Louise dormiu até o início da noite. Levantou-se e comeu algo e então voltou a dormir, dizendo que estava cansada demais.
Felizmente Michael não costuma ficar me fazendo perguntas e quando disse que estava muito cansada, ele apenas me disse pra tomar um copo de leite morno e voltar pra cama, pois ele já havia colocado Sofia pra dormir e iria terminar de assistir um filme antes de voltar pra cama. Me deu mais um beijo e não sei ao certo quanto tempo ele levou pra deitar-se ao meu lado, pois eu não vi.

 




CONTINUA
>>>>>

lilianrocha


Fics
Fics
Aff que pequeno, Lelê....Aumenta mais aí, vai!!! martelo*

♥ Lelê ♥

avatar
Membro Invincible
Membro Invincible
Boooooa noite guriazinhas!
Andei sumida, eu sei... o ultimo capitulo foi ridículo, eu sei...mas eu precisava finalizar Louise.
E o fiz. 
Está pronta!
Vou postar mais um pouco...pretendo postar o capitulo final na quarta, que tal?


CONTINUAÇÃO
>>>>>>



Acordei cedo naquele dia, com dores por todo o corpo... de tanto dormir , ou de toda a aventura do dia anterior.
Michael já não estava na cama ao meu lado, deve ter acordado muito cedo para brincar com Sofia.
Mas apenas um pensamento ecoava na minha mente; TJ estava coberto de razão. Eu não conseguiria fazer Michael feliz como ele merecia , e eu não seria feliz com o modo de vida que ele queria pra mim.
Neste ultimo ano me senti meio morta e sem ânimo...
Mas as últimas semanas em que troquei mensagens quentes com TJ me fizeram sentir viva e mais animada e a tarde que passei nos braços dele...foi como se tivesse voltado a ser eu mesma.
Amo Michael...amo muito e vou sentir falta dele...mas eu senti muita falta de mim mesma nestes últimos anos.
Com este pensamento, fui até o closet e peguei de lá minha velha mala e coloquei nela o que julgava essencial.
Carreguei minha mala até o carro e resmunguei desanimada enquanto fechava o porta malas.
-Sozinha como sempre!
Voltei pra dentro de casa, pois havia esquecido meu celular no criado mudo e queria deixar um bilhete para Michael.
 
***
Michael acordou muito cedo aquela manhã e logo escutou o riso de Sofia, correndo pela casa, brincando com Marianna.  Louise ao seu lado ainda dormia pesadamente, então ele saiu silenciosamente, pois estava com muita saudade de brincar com sua filhinha.
Andou muito com a pequena, por toda parte e brincaram na pracinha, e colheram pequenas flores, que Sofia depositou cuidadosamente nos cabelos do pai...tantas coisas que perderam a noção do tempo. Quando a miúda reclamou que estava com fome, é que Michael se deu conta que estavam fora há bastante tempo. Estaria Louise ainda dormindo, ou se juntaria a eles?
Enquanto andavam pelo caminho de volta de casa, lembrou que Gabrielle ficara muito dorminhoca durante a gravidez e chegou a pensar se Louise estaria esperando outro filho dele.
Deixou a pequena com a Babá e subiu as escadas para convidar Louise a almoçar com eles.
Entrou no quarto cuidadoso , e vendo a cama vazia, foi até o banheiro, pois conhecia a mania da mulher de tomar diversos banhos.
-Louise! Lou sua dorminhoca...o dia está lindo! Vamos aproveitar!
Deparou-se com o banheiro igualmente vazio.
Voltou para o quarto  pensando onde ela teria ido e viu o celular de Louise sobre o criado mudo.
-Ela não deve estar longe, não vai á lugar algum sem isso...
Olhou o visor e nele havia sinalizado o recebimento de uma mensagem de texto, de “x”, com data daquele dia mesmo, mas em uma hora avançada da madrugada.
“Lou, você continua deliciosa como sempre! Vou dormir lembrando como foi bom sentir seu corpo de novo. Quero repetir logo!”
Michael sentiu seu estômago embrulhar e sua cabeça parecia estar girando.
***
 
Subi as escadas já pensando no que escreveria naquela bilhete, mas encontrei a porta do quarto entreaberta e eu tinha certeza de tê-la fechado quando saí.
Abri a porta, e como imaginei, Michael estava lá, mas segurava meu celular na mão e pela forma como me olhou, ele mexeu no aparelho.
-Lou! O que é isso? O que significa esta mensagem?-falou cerrando os dentes.
Respirei fundo, pensando nas palavras certas a dizer. Queria evitar aquele enfrentamento...não queria que ele soubesse de nada...mas ele deve ter lido alguma coisa no meu celular.
-Você mexeu...
-O que você andou fazendo enquanto eu viajei Louise? Porquê? Quem é ele? Que droga de mensagem é esta?
-Na verdade, eu não sei que mensagem Michael -falei mantendo a calma.
Então com a mão trêmula e a voz hesitante, ergueu o aparelho á altura dos olhos e se pôs a ler a mensagem em voz alta.
Agradeci mentalmente por TJ não ser idiota o bastante pra assinar aquela mensagem, mas tinha esperança que eu pudesse contornar aquela situação, pois sexo á parte, eu não queria criar mais problemas entre ele e o tio.
-Bem...acho que foi uma mensagem demasiadamente clara... –suspirei, pois não havia como alegar que havia sido um engano.
-Porquê Louise? Porquê? Eu larguei tudo por você! Estávamos tentando construir uma família juntos...em algum momento você ao menos pensou em mim? Na Sofia?
-Michael, eu te amo e disso eu não tenho dúvidas...é a mais pura verdade, mas entenda...eu não nasci pra viver a vida que você precisa que eu viva! Estou mais sozinha nessa casa enorme do que quando eu morava em hotéis!
-Como? Lou eu escolhi você pra viver comigo! Eu larguei tudo....
-Em nenhum momento eu te pedi que largasse tudo por mim! Naquele dia , eu trouxe Sofia porque queria que você conhecesse a sua filha, mas no outro dia você estava pedindo pra me ver! Já tinha decidido tudo sem nem perguntar alguma coisa!
-Porque não me falou dela naquele dia no shopping? Porque veio na minha casa?
-Eu não estava esperando, jamais estive esperando encontrar você novamente...eu sabia que se soubesse que Sofia existia, tudo mudaria de figura pra você... Mesmo assim não achei justo que ela não pudesse te conhecer... mas era só isto... Quando você chegou perto....o fato é que eu não consigo controlar meu desejo por você... –falei já sentindo aquele arrepio no corpo, pois ele havia andado alguns passos na minha direção e eu já podia sentir seu perfume.
-Então é isso? Eu larguei tudo por você e você diz que sente apenas desejo? –Ele  falou tentando não gritar. Seu rosto estava vermelho, furioso, como eu nunca havia visto. Nem quando saí de sua casa a primeira vez.
Lá da cozinha já era possível escutar nossas vozes alteradas, então Mari, que terminava de dar o almoço pra Sofia, convida a pequena, que já parecia assustada com a gritaria, pra sair e ir até lá fora procurar laranjas pra fazer um suco pra elas.
-Eu não te pedi que largasse da mosca morta! Eu não te exigi nada! Se tivesse me pedido pra sermos amantes eu também aceitaria sem te cobrar nada se você também não me cobrasse. Você ia ficar satisfeito e a tonta da Gabrielle nem ia perceber, porque a ânsia que partiu pra cima de mim deixou bem claro onde a mosca morta deixava a desejar!
Quando terminei de dizer aquelas palavras,as feições de Michael se transformaram, então senti sua mão em meu rosto, em uma bofetada inesperada.
Aquela ardência em meu rosto parecia irradiar para o resto do meu corpo.
-Você ficou maluco?Que é isso Michael?-gritei com a mão cobrindo o rosto que parecia latejar.-homem nenhum levantou a mão pra mim!
-Que tipo de homem você pensa que eu sou? Você não respeita ninguém Louise! Nem a mim, nem minha esposa ou você mesma!
-Sua esposa? Sua esposa Michael? Ah, eu esqueci....você não foi homem suficiente pra assinar aqueles papéis, ou já estava pensando em voltar pra ela!
Com os olhos chispando de raiva, ele se lançou sobre mim, me agarrando pelos braços e me empurrando com força contra a parede, com uma das mãos em meu pescoço, gritando.
-Quem é você? No que se transformou? Um monstro?
-Você sempre soube como eu era, Michael...Você sempre gostou do que fazemos aqui, em cada canto deste quarto! Em cada parte desta casa, eu sempre soube como te satisfazer!-gritei.
-Agora você só me faz sentir nojo! Nojo Louise! Você é suja! Como pude me deixar levar! Você é vazia...nunca vai estar satisfeita com nada!
-Me larga Michael! Me solta! Minha vida pode ser vazia...mas eu só sou feliz quando faço o que quero! Não posso ser feliz sendo a mulherzinha certinha de um homem só! De um homem quem nem sabe o que quer! Quer a certinha mas quer a vadia também!
-Já chega!-falou batendo-me contra a parede- eu não quero mais escutar essas suas loucuras.Sai daqui!
Ele andou alguns passos se afastando de mim, cobrindo o rosto com as mãos, respirando ruidosamente, tentando controlar o choro
-Tudo que é meu neste mundo cabe em uma mala, Michael...eu vou embora e você não vai mais saber de mim!
-Não vou deixar que leve Sofia! Você não vai servir de exemplo pra minha filha!
-Desde o começo ela foi um desejo seu! Um projeto seu! Ela era tudo que me restava de você...-falei baixando o tom da voz-mas eu não posso ser a mulher que você quer...nem a mãe que ela precisa...
-Eu quis muito ser feliz com você Louise...mas eu não sei o que te falta...-falou em tom um pouco mais calmo.
-Eu quis estar com você a minha vida toda, Michael...mas sinto que não tem como sermos felizes juntos...eu não vou conseguir... te fiz mais chorar que sorrir.-solucei
Desci as escadas escutando o choro raivoso de Michael, e antes de embarcar no carro, vi de longe os cabelos de Sofia esvoaçando no balanço.
Embarquei no carro e fui direto até o aeroporto. Deixei as lágrimas brotarem em meu rosto á vontade.
Queria ter me despedido de Sofia, mas como eu explicaria a ela que estava indo embora pra sempre?
No fim, fiz com ela o mesmo que minha mãe fez comigo...abandonou a mim e meu pai e foi atrás de um homem.
Eu parti porque não conseguiria fazer o pai dela feliz como ele merecia....só conseguia fazê-lo sofrer.
Joguei minha mala e lembranças no lixo e comprei passagem só de ida pra o primeiro avião que iria partir. Precisava recomeçar minha vida, deixando tudo pra trás.
Me entreguei a tudo que eu gostava freneticamente na Irlanda. Novos amigos, novas diversões.

Pra mim o tempo passou voando e eu me policiava para não pensar em tudo que deixara na América.


CONTINUA
>>>>>

alessandra.santos.3591267

avatar
Fã Dedicado
Fã Dedicado
Iruuuuuuuu
a   Vadia   sumiuuuu
Otiiimoooo
Essa  Louvaca  não   serve  pro   meu  Michael .
"Uma   mãe   de   verdade   Jamais   abandona  um   Filho   por   Mais   pior   que   seja."

lilianrocha

avatar
Fics
Fics
Agora sim, Louise tomou a "sábia" decisão: Ir embora!!!


_________________________
You remember a one day....One day in your life!!!


Cumprimentos.net - faça uma montagem de foto

♥ Lelê ♥

avatar
Membro Invincible
Membro Invincible
Oiiiiii amadas!
Confesso que não estou muito animada, mas vim hoje postar o último capítulo de Louise.
Agradeço á cada uma que dedicou seu tempo a ler e comentar...ou apenas ler.


Com vcs o último capítulo de Louise


CONTINUAÇÃO
>>>>>>


Nas semanas que se seguiram, Michael ficou completamente recluso em sua casa. Resolvia o máximo de seus negócios em seu escritório via telefone ou email...caso contrário mandava seus advogados resolverem.
A pequena Sofia aos poucos parecia sentir menos falta da mãe, mas não era raras as noites que acordava pedindo por ela. Michael se esforçava ao máximo por sua princesinha e suas lágrimas de saudade lhe cortavam o coração.
Quando sentia saudade de Jake, pedia para Sylvia ligar para Gabrielle e mandava sempre seu motorista de confiança buscar o menino.
Não atendia quando Gabrielle ligava, mas também não esquecia que lhe devia um passeio com as crianças.
Gabrielle estava sentindo aquela distância, ainda mais quando Sylvia ligou, contando que Michael e Louise haviam brigado feio e que ela havia sumido.
Sabia que Michael estava triste naquele momento e controlava á muito custo seu impulso de procurá-lo e confortá-lo. Mas por outro lado, a lembrança de que ele havia magoado seu coração tempos atrás a impedia.
Com o passar do tempo já não atendia tão prontamente as ligações de Rafik, alegando estar ocupada, cansada...sempre inventando uma desculpa diferente para afastar-se do príncipe, pois não se sentia pronta para ter outro relacionamento, como ele queria.
Quando o telefone tocava, sempre atendia na esperança de que fosse Michael...sentia falta dele...mesmo que fosse somente sua amizade, e as longas conversas que tinham quando ele estava fora de casa e se sentia só.
Jake ia á casa do pai regularmente, e não era raro voltar de lá reclamando que o pai estava triste e que não queria brincar, que estava muito chato.
Gabrielle ligou para a casa de Michael tantas vezes querendo falar com ele, que perdeu as contas, até que um dia, após combinar com Sylvia o horário que o motorista buscaria Jake, ligou para a casa de Naty, afim de desabafar com a amiga, ao que foi intimada a tomar uma atitude.
-Ele está te evitando há meses garota!E você fica choramingando pelos cantos como se ele estivesse em outro planeta! Faça alguma coisa!
Ainda conversaram alguns minutos, enquanto Gabrielle pensava no que fazer.
Depois de desligar o telefone, aprontou a si e ao Jake, e quando o motorista chegou, embarcou com ele no carro, rumando para a casa de Michael.
O motorista era seu amigo da época que viveu com Michael, então ele sequer fez menção de avisar o patrão que receberia uma visita surpresa naquela tarde.
Michael estava animado para receber o filho áquela tarde.
Finalmente a nova casa na árvore que o menino tanto pedia havia ficado pronta e ele ansiava por ver os olhinhos do menino brilhando com a surpresa.
Quando escutou a voz do filho lhe chamando na porta da casa.
Foi na direção daquela voz alegre com um grande sorriso nos lábios, que esmaeceu lentamente ao vislumbrar Gabrielle segurando a mão do menino.
-O que faz aqui?-gaguejou.
Gabrielle sorriu sem graça com a reação surpresa de Michael.
-Será que não posso visitar o pai do meu filho?
-Pode...claro que pode...é que eu não sabia que viria.
-Estava preocupada com você...
Michael pigarreia desconcertado.
-Papai cadê a Sofia?-indaga o pequenino
-Está no quarto dela Jake! Vá e peça pra ela te mostrar a casa da arvore!
O menino saiu correndo, subindo as escadas chamando pela meia-irmã, animado.
Logo em seguida os gritinhos de animação dos dois ecoava pela casa. Passaram correndo pela porta ,  por Michael e Gaby ,  então eles seguiram as crianças. Michael não queria perder o momento que Jake visse a nova casa.
Quando chegaram na árvore, Jake e Sofia logo subiram pelas escadas e se puseram a descobrir tudo que havia no novo brinquedo.
Michael ria dos gritos de contentamento dos filhos , animados em fazer bolhas de sabão nas janelas da casinha. Na sacada de casa era bem mais alto, mas nada era comparado aquele lugar que seria só deles.
Gabrielle observa a tudo á dois passos dele, notando como ele evitava de olhar em sua direção, e quando se fazia necessário, evitava seus olhos.
-Olha, Michael...acho melhor eu ir embora...eu não devia ter vindo. –falou interrompendo o silencio.
-Não Gaby! Espera!-falou segurando sua mão- Precisamos conversar.
Andaram silenciosamente lado a lado por extensos minutos depois que Marianna veio tomar conta dos pequenos.
-Fiquei preocupada com você -falou Gabrielle- Não nos falamos há meses...
-Desculpe por isto...mas eu não estava me sentindo á vontade pra ter ver depois... –suspirou.
-Eu soube... quer dizer...Jake chegou em casa dizendo que a mãe da Sofia não morava mais aqui.
-Me sinto tão idiota por não escutar o que as pessoas falavam sobre ela...me deixei levar e ela ...-respirou profundamente desviando o olhar- o que a Lo...o que aquela mulher fez, me destruiu. Eu não me senti preparado em te procurar. Na verdade,eu tive vergonha de encarar você novamente.
-Eu nunca deixei de ser sua amiga, Mike...na verdade-baixou a cabeça –muitas vezes me senti culpada por não ter lutado por você....quero dizer...eu abri mão do que sentia muito rápido.
Michael abaixa a cabeça envergonhado. Gabrielle segue falando.
-Você acha realmente que eu iria te julgar? Você seguiu seu coração...o que achou que era o certo. Desde que nos casamos eu sabia que você não me amava, e quando saímos de Dubai eu sabia , eu sentia que isto tudo acabaria acontecendo.
-Eu não tinha o direito de te magoar, Gaby. Você sempre esteve do meu lado me apoiando e eu não via que você era a mulher certa pra mim.
***
Quase um ano depois da minha partida, Michael recebeu uma carta se remetente.
Dela exalava um perfume feminino conhecido.
Olhou ao seu lado Gabrielle dormia profundamente, o ventre distendido anunciando o quarto mês de gestação de seus gêmeos.
Abriu cuidadosamente o envelope e aspirou o perfume. Sentiu sua pele se arrepiar com as lembranças que aquele aroma lhe traziam. Haviam memórias boas e ruins, mas sua pele, seu corpo teimava em recordar apenas as boas memórias daquele aroma inebriante.
A caligrafia bem desenhada que ele conhecia bem, preenchia toda a folha.
“Olá Mike!
Espero que esteja tudo bem, e que mesmo da forma que tudo terminou , não me odeie.
Sabe bem que não sou dada a coisas melosas, mas gostaria muito de saber sobre nossa pequena. Sei que você é um pai excelente e que não deixa faltar nada á ela...posso imaginar que ela sequer sente minha falta, mas acredite, ás vezes sinto falta de sua risada, do seu cheiro...
Mas acredite, estamos melhor como estamos agora, cada um vivendo a própria vida como acha melhor.
Aqui onde estou não é o paraíso, mas parece que eu não fui feita pra ele mesmo... enfim, estou me divertindo bastante como posso.
E a “mosca morta”? Soube que voltaram e que ela espera um par de filhos seus. Desculpe o jeito, mas eu até gostei. Sempre soube que o jeito super certinha da Gabrielle era perfeito pra você, que ela seria a mulher ideal pra te fazer feliz....em casa...porque na cama somente eu sei fazer como você gosta, precisa e quer! Mas a vida da voltas...quem sabe um dia desses eu apareça pra te fazer uma visitinha? Aposto que você vai adorar!
Vamos deixar combinado assim, até um dia!

Da sempre sua, Louise!



FIM

lilianrocha

avatar
Fics
Fics
Parabéns, Lelê....Ficou linda a sua estória...Obrigada por compartilhar comigo os seus segredos, as suas dúvidas e angústias com o texto, e valeu a pena!!! Louise foi muito interessante de ler e acompanhar, viu??? E o final terminou como teria que ser: Ela livre, pra viver plenamente a vida como escolheu e ele com Gaby, mais centrada, mais refinada, mais..leve!!! Que venham as próximas!!!Bjssss


_________________________
You remember a one day....One day in your life!!!


Cumprimentos.net - faça uma montagem de foto

FernandaFJ

avatar
Super Fã Dedicado
Super Fã Dedicado
Nossa Lelê gostei do final que só li hoje!!! kkkkkk.... Mas foi meio tenso hein essa carta da Louise!!!! kkkkkk.....

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 30 de 30]

Ir à página : Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum